Oferta!
Alargador Míquina Hss H7 Din 212d ø 17.0 X 175.0mm - 5202 Indaço

$ 379.75 $ 325.50

/count/ vendidos em /time/ horas.
Tem apenas, pc na oferta!

Compre Agora!
Receba sua compra até segunda, dia 20 de julho
Por envio: Expresso

Lista de Desejo Guia Prático!

Guia Prático

Este guia mostra itens de referência a este produto

1 Visitantes vendo este produto!

Produto: World-31
Marca: Newpeças
Garantia: 3 meses
Estoque: Integrado prazo 3 dias

Descrição: Aqui tem alargador maquina hss din212d com 17.0mm de diamet... veja o produto - di acirc metro 17mm- toler acirc ncia h7- comprimento total 175mm- comprimento canal 54mm- di acirc metro da haste 14,0mm- canal helicoidal 8 deg à esquerda- corte a direita- haste cilíndrica paralela - fabricante indaço brasil - material aço rápido hss-m2 - norma din212d- acabamento retificado- com espiga de arraste

Aplicação: raquo par acirc metros de corte - material a ser usinado sae 1006 - sae 1010 - sae 1020 - sae 1025- dureza do material a ser usinado menor 200 hb brinell - resistência mec acirc nica 500 n mm2- rotação 350rpm- avanço 0,28mm rot.- material a ser usinado sae 1030 - sae 1040 - sae 8620 - sae 4320- dureza do material a ser usinado 220 hb brinell 20 hrc rockwell c - resistência mec acirc nica 500-800 n mm2- rotação 260rpm- avanço 0,28mm rot.- material a ser usinado sae 1045 - sae 1060 - sae 8640 - sae 8640 - sae 5140- dureza do material a ser usinado 220 290 hb brinell 20 30 hrc rockwell c - resistência mec acirc nica 800-1000 n mm2- rotação 160rpm- avanço 0,28mm rot.- material a ser usinado sae 4140 - sae 4340 - sae 52100- dureza do material a ser usinado 290 380 hb brinell 30 40 hrc rockwell c - resistência mec acirc nica 1000-1300 n mm2- rotação 100rpm- avanço 0,22mm rot.- material a ser usinado alumínio- rotação 640rpm- avanço 0,32mm rot.- existe uma falha comum a de preparar furos para alargamento com pouco material de sobra. se no furo for deixado material insuficiente antes do alargamento, então o alargador irá derrapar, apresentando desgaste rapidamente e isso resultará numa deficiência de di acirc metro. é igualmente importante para o serviço não deixar excesso de material no furo. 1. selecionar o tipo ideal de alargador e as velocidades e avanços ideais para a aplicação. deve-se controlar que os furos previamente feitos tenham o di acirc metro correto. 2. a peça de trabalho deve ser montada rigidamente e o fuso da máquina não deverá ter jogo. 3. o mandril que suporta um alargador com haste paralela deverá ser de boa qualidade. se o alargador escorrega no mandril e o avanço é automático, poderá ocorrer a quebra do alargador. 4. utilizar sempre um martelo de borracha quando montar um alargador com haste cone morse no encaixe, luva ou fuso da máquina. verificar para que exista um bom encaixe entre o alargador e a bucha ou fuso para evitar a ocorrência de desalinhamento e que o alargador corte em medida maior. 5. manter a projeção da ferramenta com relação ao fuso da máquina num mínimo. 6. utilizar lubrificantes recomendados para melhorar a vida útil do alargador e para garantir que o fluido chegue até as arestas cortantes. como o alargamento não é uma operação de corte pesada, uma solução de óleo em proporção de 40 1 é satisfatória normalmente. no caso de ferro fundido cinzento, poderá ser utilizado jato de ar, se a usinagem for a seco. 7. não permitir que os canais de um alargador fiquem bloqueados com cavacos. 8. antes de reafiar o alargador, verificar a concentricidade entre pontas. na maioria dos casos será necessário afiar somente os chanfros de entrada. 9. manter afiados os alargadores. a reafiação freq uuml ente é uma boa economia, porém é importante compreender que os alargadores cortam somente nos chanfros de entrada e cônicos e não nos campos. em conseq uuml ência somente estes chanfros de guia necessitam de reafiação. a precisão da reafiação é importante para a qualidade dos furos e a vida útil da ferramenta.

Para onde vamos enviar sua compra?

Avaliações:

Avalie!

Recentes!